• Lucão

Qual a sua posição preferida?



Eu prefiro na cadeira, apoiado numa mesa, com alguns livros ao redor e uma música de Maria Bethânia tocando.


Tem quem prefira na cama, antes de dormir, com um caderninho de bolso e um lápis.


Tem os mais ousados, que preferem em público, numa cafeteria ou no aeroporto, para observar as pessoas enquanto fazem aquilo...


Quando aprendemos a potência que é descobrir sobre nossas preferências, a escrita flui mais. E a posição é um dos descobrimentos importantes sobre esse processo de escrever.


Como eu disse no começo, prefiro escrever sentado na cadeira, apoiado por uma mesa confortável, com livros ao redor. Também gosto de colocar Maria Bethânia pra tocar. Tenho as minhas músicas preferidas que me transportam mais rápido para a escrita criativa. Sempre começo a escrever lendo um livro. Sim, a leitura é parte fundamental no meu processo de escrita. Só escrevo depois de ler. É uma lei que tenho comigo.


Mas esse é o meu jeito, e aplicá-lo a você com a esperança que também lhe sirva pode ser um equívoco.


Experimente métodos de outros(as) escritores(as), mas não se prenda a eles. Tente descobrir o seu jeito preferido de escrever. Vá para locais diferentes, diversifique o que ouve, trabalhe com novas texturas de folhas, mude seu material de apoio, use canetas e lápis para ver o que encaixa melhor no seu processo. Descubra os recursos externos que te ajudam a escrever. Não duvide que essa experimentação possa auxiliar sua escrita a fluir mais. De repente, você vai descobrir, por exemplo, que com o som da natureza sua escrita fique mais poética. Ou que com música clássica você escreve melhor suas crônicas.


A experimentação não tem fim. Quanto mais você exercita sua escrita experimentando, mais você aumenta sua elasticidade de escritor(a).


Experimente, descubra-se e desenvolva suas habilidades criativas conhecendo-se melhor.



81 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo