• Lucão

Quem não gosta de samba (e de livro) bom sujeito não é



É comum ouvir as pessoas dizerem que preferem assistir a um filme do que ler um livro, que são mais audiovisuais do que da leitura. E está tudo bem.


Mentira. Não está tudo bem.


Assistir a um filme e ler um livro são atividades bem diferentes. E o que eu gostaria de compartilhar rapidamente aqui é um pouco dessa diferença sobre a perspectiva da criatividade. Se você quer ser uma pessoa mais criativa, fique atenta.


A leitura de um livro é um dos exercícios mais poderosos para trabalhar a imaginação e a criatividade.


Quando assistimos a um filme, recebemos prontos os cenários, os personagens, o timbre das vozes, a textura das roupas, a cor da pele... Fica como nossa tarefa, ao assistir a uma película, refletir sobre a história, interpretar os acontecimentos. Nada mal, pois sem dúvida que a reflexão é um exercício importante para ampliar nossas capacidades de interpretação e crítica. Eu adoro assistir a filmes e séries, e assisto de formas diferentes, ora para relaxar, ora para refletir, viver algum drama, me emocionar. Mas o livro...


Sou apaixonado pela leitura. Isso não é novidade. Mas a verdade é que a leitura, além de nos dar prazer, também trabalha o nosso cérebro de forma completa. É um exercício pra todo o corpo. Gosto da comparação com a musculação. Ler um bom livro é uma forma de malhar o cérebro e, consequentemente, ter mais saúde.


Enquanto lemos, nós somos os responsáveis por criar as imagens descritas nas páginas. As personagens, os cenários, as vozes, a forma de andar, de gesticular, de correr, de cair, de bater ou trombar em alguém... Apesar de o livro (os autores) descreverem nas linhas as cenas dos acontecimentos, somos nós, leitores, os responsáveis por dar "rosto" aos fatos. É a nossa mente que cria tudo. É o nosso cérebro que trabalha para desenhar a história. Um processo poderoso para ampliar nossa capacidade física de pensar e criar.


Estou dizendo isso pois muitos ainda evitam a leitura dizendo simplesmente que não gostam de ler. Mas, na verdade, o que estão afirmando é que preferem não exercitar a capacidade de criar. É por isso que as pessoas que não leem têm mais dificuldade de participar de forma produtiva das soluções que precisam dar, constantemente, aos problemas da sociedade.


Não precisamos ser todos grandes leitores — na verdade, eu acho que precisamos sim, mas não quero parecer autoritário sobre o assunto leitura —, mas ter bons hábitos de leitura vai nos tornar pessoas mais criativas para atuarmos de forma relevante nas nossas vidas.


Um engenheiro(a) que lê sabe dar melhores soluções para os prédios que precisa erguer, por exemplo, pois consegue imaginar mais, desenhar mentalmente as ideias, trazer mais possibilidades ao projeto e escrever melhor as soluções.


Assim também funciona para professores(as), advogados(as), enfermeiros(as), atores(as), pilotos(as) de avião... Ler aumenta nossa capacidade criativa, ou seja, nos faz ser pessoas mais espertas, sagazes e mais cheias de ideias. É simples.


Por isso não gosto de falar de forma quase que autoritária que "todos precisam ler". Não. Todos podem descobrir melhor sobre seus gostos na leitura para, pelo menos, desenvolverem mais suas habilidades criativas. É nesse ponto que gosto de provocar quem diz que não gosta de ler de jeito nenhum. Ao menos, trabalhe sua criatividade para ser um(a) profissional melhor.


Sobre o discurso do gosto, discordo que alguém não goste de ler de jeito nenhum, pois tenho certeza que essa pessoa lê de algum jeito, seja no whatsapp, no instagram, twitter ou facebook. Talvez ela ainda não tenha um refinamento da sua própria leitura, pois não sabe dizer claramente sobre o que gosta de ler. Mas essa pessoa que diz que não gosta de ler, ela lê e gosta.


Quando descobrimos que os livros estão cheios das histórias que gostamos, como as fofocas do BBB (Romeu e Julieta), drama (Amiga Genial), aventura (Harry Potter), aprendemos que gostamos de ler, sim. E aí o portal da leitura se abre e, consequentemente, o da imaginação e da criação também.


Se você já gosta de ler, se puder, leia sempre um pouco mais. E se você não gosta, minha dica é bem simples: comece devagar. Crie um hábito de ler ao menos 15 minutos por dia. Assim que acordar é uma hora mais fácil e relaxada para começar a ler.


Mas experimente. Depois de um tempo, volte e me diga se você ainda não gosta de ler livros.


Todo mundo gosta de ler. Muita gente ainda só não sabe o quê.






23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo